quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Turismo Rural na Capital - Cabanas do Pontal


O complexo hoteleiro da Pousada Cabanas do Pontal é formado por 60.000 m² de belos recantos naturais, localizados às margens do córrego Ceroula, pertencente à Bacia do Rio Paraguai.


A privilegiada proximidade com o centro de Campo Grande, oferece ao visitante as opções de conviver um dia especial com a vida do campo ou hospedar-se em charmosos e confortáveis chalés, com atendimento personalizado e agendado.

A infra-estrutura e atrativos do local é ideal para visitantes de todas as idades, famílias, grupos e para encontros empresariais.

Agende seu próximo passeio, e sinta de perto a beleza da natureza.

Passeios em charrete, passeios a cavalo, trilhas ecológicas, lagos com criação de peixes (pacu, carpa, pintado, entre outros), convívio com animais rurais, redário, banho natural, campo gramado para esportes (vôlei, futebol), piscinas, parquinho infantil, arvorismo, tirolesa.


Fonte: http://www.cabanasdopontal.com.br/

NOITE CUIABANA e SARAU DAS ESTRELAS

Galvão diz:

Amigos,

Quinta-feira. 1º de Outubro, estarei na Cabana Cuiabana, o mais novo barzinho da cidade – Voz e violão – a partir das 20:00h. Com uma variedade de petiscos da culinária cuiabana, imperdível.
Rua José Antonio, 954(Quase chegando na Afonso Pena)
Informações 9268 4024

Sexta-feira, 02 de Outubro, teremos a 2ª edição do Sarau das Estrelas, com Galvão e convidados.
Local – Recanto das Estrelas
Rua 14 de Julho, 980 (entre Calarge e Belizário)
Horário – a partir das 20:00h
Informações – 9209 2243 – Eliane Galvão

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Turismo Rural na Capital - Fazenda Pontal das Águas


• A Fazenda Pontal das Águas, desde 1913, é testemunha do progresso da região de Campo Grande. A sede da fazenda foi parada obrigatória das comitivas e dos comerciantes, que utilizavam a histórica Estrada Boiadeira para o desbravamento do território. Foi também, nessa época, importante apoio para a construção da estrada de ferro, oferecendo áreas para os acampamentos e pensão para os construtores da antiga Estrada de Ferro Noroeste do Brasil.



• Aqui, você é o centro das atenções: Passar um dia na Pontal das Águas é se integrar à autêntica vida rural, emoldurada por um cenário deslumbrante, cheio de história, cultura, conforto e hospitalidade. Um recanto relaxante, com variadas opções de lazer, para todas as idades. Marque um encontro com a natureza. Seu dia será simplesmente inesquecível.
 
Fonte: http://www.pontaldasaguas.com.br/

Turismo Rural na Capital - Fazenda Vovô Dede



História: Estância Vovô Dedê


Vovô Dedê era uma figura bonissima e junto com Vovó Iza, chegaram em 1952 onde é hoje a Estância Vovô Dedê. Quiseram fazer deste lugar o mais bonito para viverem com seus filhos e agregados. Trabalharam muito, mas fizeram deste lugar um lar abençoado. Tiveram 4 filhos, Rosa Maria, Martinho, Vera Lucia, Fernando e adotaram Alicio Augusto. Destes filhos tiveram nove netos: Ruy Daniel, Tays Helena, Eva Mariza, Caroline, Luiz Fernando, Jose Carlos Junior, Carlos Eduardo, Luciano e Diego, que conviveram muito com Vovô Dedê, escutando seus “causos”, suas piadas, enfim tudo aquilo que faz a alegria das crianças. Eram muito bonitos e muito alegres. A casa sede, que foi onde viveram, esta preservada e nela foram adequados alguns quartos para hospedagem dos turistas, podendo os turistas receber a energia deste lar. A comida que se serve é com o mesmo tempero de Vovó Iza, e os doces tem o mesmo sabor. Em 1997 começou-se a preparar para receber turistas, com a participação de Vovô Dedê e Vovó Iza. Em 1998 abrimos as portas para o público, para passeios a tarde, day use, hospedagem, casa de campo e famílias grandes ou grupos ficarem mais independentes. Hoje, em 2008, recebemos grupos para confraternizações de empresas, cursos, retiros, aniversários, casamentos e estamos em pré-inauguração da pousada da Baia, que acomodará grupos de 40 pessoas em 10 quartos, com camas, beliches, auditório para palestras e cozinha independente. O importante de tudo é que todos voltam com muita paz no coração e assim continuamos esta historia...

Fonte: site www.vovodede.com.br

Teatro nas Moreninhas de Campo Grande



De acordo com a programação da Agenda Cultural Sesc Horto acontece no dia 30 de outubro, daqui um mês, os espetáculo O SANTO GUERREIRO E O HERÓI DESAJUSTADO, com a Cia São Jorge de Variedades (de São Paulo). A apresentação acontece na Moreninha II, com entrada franca.

Informações pelo fone 3321-3181.

Numa sociedade cada vez mais individualista, a Cia. São Jorge de Variedades nada contra a corrente e chega à praça pública para afirmar a importância e a força do coletivo. O primeiro espetáculo de rua da Cia. promove a fusão entre um grande clássico da literatura universal e as tradições populares brasileiras. Um espetáculo carnavalesco que narra a história do incrível encontro entre Dom Quixote de La Mancha e São Jorge Guerreiro. Uma reflexão sobre o sentido do herói nos dias de hoje na grande metrópole.

FONTE: http://www.ciasaojorge.com.br/santo.html

Amorosidades Outonais para Concertos de Sabiás na Primavera


Nesta sexta-feira (2 de outubro), às 19h, na galeria Wega Nery do Centro Cultural José Octávio Guizzo, acontece o lançamento do livro Amorosidades Outonais para Concertos de Sabiás na Primavera, da escritora Sandra Andrade. O lançamento do livro é financiado pelo governo do Estado através do Fundo de Investimentos Culturais (FIC-2009).

A cerimônia de lançamento do livro contará com a participação do Coral da Universidade da Melhor Idade - UCDB, do Grupo de dança da Escola Estadual Antônio Nogueira da Fonseca do Indubrasil, dos poetas Ruberval Cunha e Elias Borges, além dos músicos Reginaldo Sans e do prefaciador da obra literária, Geraldo Espíndola.

No livro, nuances outonais, azuis, texturas de ninhos, asas e luares em plenilúnios são evocados numa linguagem amorosa repleta de estímulos sensoriais, imagens, personagens e canções. Fábulas românticas que só podem acontecer na poesia de Sandra, que comporta elfos, faunos, Verlaine, Petrarca, Zeus e Nasrudin, assim como garças, Plêiades, jacarandás e sabiás. E paisagens como o pantanal, cerrados, desertos e oásis. O texto é coerente com o seu tema maior: livre, fluido, intenso. A obra tem ilustrações do artista e escritor Arlindo Fernandez.

Amorosidades Outonais para Concertos de Sabiás na Primavera é o quarto livro de poemas da escritora, filósofa e professora de história Sandra Andrade. Sandra também é autora da Coletânea Tuiuiú – Literatura Infanto-juvenil para Pensar e Sonhar o Pantanal Sul-Mato-Grossense, da coletânea Histórias-Poemas para Boi Dormir (para crianças de 5 a 11 anos) e tem três livros de poemas publicados (Aprendiz de Águas, Quando o Amor Acontece e Poemas para um Grande Amor).

Em agosto deste ano, no Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul, a escritora lançou pela editora paulista Cortez o livro infantil Campo Grande, Cidade Morena, uma homenagem aos 110 anos da Capital. reuniu personalidades, “agitadores culturais” e autoridades, como o prefeito Nelson Trad.

Serviço: O livro Amorosidades Outonais para Concertos de Sabiás na Primavera terá o valor de R$ 10,00. Outras informações podem ser obtidas no Centro Cultural José Octávio Guizzo, na Rua 26 de agosto, 453 ou pelo telefone 3317-1792.

FONTE: FCMS
 

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Capoeira na Concha do Parque



APRENDIZ DE CAPOEIRA

Segundo o Professor Sorriso a capoeira é arte, esporte, manifestação cultural e defesa pessoal. "Você obtem controle emocional, melhoria cardiorespiratória, flexibilidade, saúde, bem-estar, qualidade de vida, entre inúmeros outros benefícios".

Aulas na Concha Acústica Helena Meirelles
Terças e Quintas às 18h
Parque das Nações Indígenas
Entrada também pela rua Antônio Maria Coelho, 6000.
Informações 3314-2030/2031

Aulas na Casa Capul
Segundas, Quartas e Sextas às 18h
Aula Extra aos sábados das 15h às 17h
Rua Vicente Lopez Gondim, 354 (fundos). Carandá Bosque III
Informações 9269-0895

FONTE: DIVULGAÇÃO

Acesse o Blog Marco Eusébio



Com um estilo refinado e marcante de escrever, ficou conhecido como autor de uma das mais lidas colunas divulgadas em sites de notícias do estado. Agora em formato “in blog” amplia a comunicação com seus leitores através deste Portal www.marcoeusebio.com.br ativado no dia 29/2/2009.


O JORNALISTA

Nascido em Santo André (SP) e radicado em Campo Grande (MS) desde a adolescência, Marco Eusébio é um dos mais experientes jornalistas de Mato Grosso do Sul. Começou como repórter no extinto Diário da Serra (órgão dos Diários Associados em MS) com apenas 14 anos e não parou mais.


Atuou como redator e editor nas áreas de Polícia, Esportes, Cidades e Política das redações daquele e outros veículos de imprensa como a Folha do Povo e a TV Morena (afiliada da Rede Globo em MS), entre outros órgãos.

Também tem ampla experiência como assessor de imprensa de importantes instituições do estado como a Associação Médica de MS, Sindicato dos Médicos, Unimed, Associação dos Criadores (Acrissul), Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Campo Grande (AEACG) e Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA-MS).

Foi também assessor de imprensa do Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores de Mato Grosso do Sul e editor do Portal de Notícias do PT-MS, durante o período da segunda gestão do ex-governador José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT.

Foi assessor de imprensa da Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso do Sul (OAB-MS) até o dia 1º de agosto de 2009 quando deixou a entidade para atuar na assessoria da campanha eleitoral da própria OAB.


FONTE: http://www.marcoeusebio.com.br/

Sala David Cardoso "Vida e obra"

Acontece no dia 1º de outubro, às 19h30, a solenidade de inauguração da Sala David Cardoso "Vida e obra".
O espaço vai ter visitaçao aberta ao público no Memorial da Cultura e da Cidadania de Segunda a Sexta das 07h30 às 17h30, com entrada franca.
Av. Fernando Corrêa da Costa, 559. Centro.
Informações
arquivopublicoms@gmail.com
(67) 3316-9167

FONTE: PANFLETO FCMS

CONHEÇA TAMBÉM O LIVRO DO ARTISTA DAVID CARDOSO



A pornochanchada voltou, mas desta vez, às livrarias, com a autobiografia de um dos maiores ícones dessa fase do cinema nacional. De forma autêntica e aberta, o ator e diretor que participou de mais de 80 produções em cinema, televisão e teatro conta sobre os bastidores do cinema nacional e sua carreira. Atores, atrizes e personagens do cotidiano atravessam um confessionário sem nenhuma vergonha de expor e colocar a público casos e histórias que fizeram parte da sua trajetória.

Cerca de 80 páginas de cadernos fotográficos também ilustram essa que é uma das autobiografias mais completas de um expoente do cinema brasileiro. Polêmico e incisivo em sua autobiografia, David Cardoso aborda desde sua infância no interior, o desejo de escrever seu nome no cinema e as primeiras experiências cinematográficas em Mazzaropi como técnico, até sua trajetória para chegar a galã, diretor e produtor. São casos e histórias que atravessam décadas do cinema nacional.

Fonte: http://www.comprar-livro.com.br/

sábado, 26 de setembro de 2009

Rádio Clube volta a sediar aulas de dança de salão




Ritmos como bolero, samba, tango, valsa, e regionais como polca e chamamé serão ensinados no salão histórico do clube. A ideia é voltar a promover grandes bailes.

O clube mais antigo da Capital, que completa 85 anos em dezembro, volta a abrigar aulas de dança de salão depois de um longo período de jejum. Já estão abertas as inscrições para as aulas no clube que sediou bailes e encontros inesquecíveis em Campo Grande.

As aulas de dança de salão serão ministradas pelos professores especializados Ivan Sousa e Daniele Barilli, responsáveis pela organização de vários bailes na Capital, além de administrarem a Academia Mais, onde também são ensinados os ritmos de dança de salão e outras práticas de atividade física.

As aulas vão acontecer todas as terças e quintas-feiras para turmas inciantes (às 20h) e intermediários (às 20h45min). Em cada ritmo, uma viagem cultural. A ideia é começar com os mais acessíveis ao público como bolero, samba de gafieira, forró universitário, soltinho e country, mais os regionais chamamé, polca paraguaia, vanerão e xote. Depois serão ensinados ritmos mais elaborados como salsa, valsa, tango, merengue, cha cha cha, fox frot e zouk.

Segundo o professor não há limite de idade para frequentar as aulas. "Só idade mínima, que é de 16 anos". Mas, e se a pessoa não tiver parceiro? Também não há problemas, diz Ivan, "nós criamos um método o qual é possível fazer com que todos dancem e ninguém fica parado. Agora é claro, quando os casais já vêm prontos, daí respeitamos as duplas", comenta.

Sobre a dança de salão

A dança elimina o estresse e a ansiedade; exercita os músculos de forma suave; queima calorias; melhora a circulação sanguínea, a postura e o alinhamento corporal; além de aumentar a flexibilidade e a força. "Para dançar é preciso soltar algumas partes do corpo, mas de forma consciente. A dança é um exercício aeróbico que traz benefícios para o sistema cardiovascular enquanto você move suas pernas e ombros", afirma Ivan Sousa.

Serviço – Valores: R$ 40 para sócios e R$ 100, para não-sócios. Incrições estão abertas. Mais informações: (67) 8404-0504, ou pelo e-mail: dancenoradio@gmail.com.

FONTE: IVAN SOUSA

Trem do Pantanal em Campo Grande


Muitos dizem que é o "Trem do Pantanal", a empresa o chama de "Pantanal Express" por motivos de patentes ja registradas.

Sai da Estação de Indubrasil (Campo Grande) todo sábado as 7h30 e chega até Miranda por volta das 18h. Existem opções de viagem até Piraputanga e Aquidauana também.

Conheça no site http://www.pantanalexpress.com/


sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Cuiabá em Campo Grande?

Cabana Cuiabana, o mais novo barzinho da cidade. Alguém já conhece?

Rua José Antonio, 954(Quase chegando na Afonso Pena)

Informações 9268 4024

Seminário na Capital discute o Sistema Nacional de Cultura

Campo Grande (MS) – Nos dias 28 e 29 de setembro Campo Grande recebe o seminário de discussões do Sistema Nacional de Cultura, promovido pelo Ministério da Cultura e pelo governo do Estado, através da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul. As discussões ocorrem no Centro Cultural José Otávio Guizzo, localizado na Rua 26 de agosto, 453 – Centro. Fone: 3317-1792


O encontro reunirá gestores culturais da área governamental e da iniciativa privada, além de representantes da sociedade civil, para avaliação e aperfeiçoamento do Plano Nacional de Cultura, que estabelece as políticas públicas da cultura nacional.


Já foram realizados 15 seminários do SNC, incluindo todas as capitais do Nordeste (Salvador, Maceió, Recife, Natal, Fortaleza, Teresina, Aracaju, São Luís e João Pessoa), além de Rio de Janeiro, São Paulo, Ribeirão Preto, Curitiba, Caeté (MG) e Araxá (MG).


Até o fim do mês de novembro, em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal, serão promovidos seminários para apresentar Proposta de Estruturação, Institucionalização e Implementação do SNC aos setores públicos e à sociedade civil.

FONTE: FCMS

NOVO CD: Santo de Casa - CENA SOM NA QUINTA



O Cena Som da próxima quinta-feira (01/10) apresenta o show “À Deriva” e lançando o 1º CD da Banda Santo de Casa, a partir das 20 horas, no Teatro Aracy Balabanian, do Centro Cultural José Octávio Guizzo.


O ingresso com o CD terá o valor único de R$ 7,50. A classificação do show é livre e tem duração aproximada de 70 minutos. A proposta do show “À Deriva” é fazer um “passeio” pela história da banda, através de seu repertório, misturando ritmos, levadas, performances e interação com o público, englobando o cenário, figurinos e adereços que se integram à proposta da banda.

O som do Santo de Casa é influenciado por incontáveis referências que vão dos clássicos como Beatles, Pixies, The Police, The Smiths, The Cure, Rem, Mutantes, Secos e Molhados, Ramones, passando pelo Rock Nacional dos anos 80, MPB, Roberto Carlos, Tim Maia, Reague, Ska a bandas mais atuais como Los Hermanos, Strokes, Weezer e Queens of the Stone Age, isso fora influências inconscientes.



A banda Santo de Casa completa 3 anos de atividades em 2009, sempre fiel ao propósito inicial de que é possível tocar e cativar o seu público cantando apenas músicas próprias. Nesse período a banda fez muitas conquistas importantes, participando de diversos eventos e dos Festivais de Inverno de Bonito e o América do Sul em Corumbá. Em 2007 fizeram a da gravação do CD Demo e em 2008 realizaram a gravação do 1º CD com recursos da Fundação de Cultura de Campo Grande (FUNDAC).

Os integrantes são remanescentes de outras bandas e grupos que registraram ou ainda registram sua marca no cenário local, tais como: Piá Pançudo, Cabaleros, Arara Rara, Clandestino e Casa Teatro Circo. Atualmente a banda é composta por Rodrigo Kampa (voz, violão), Villie Júnior (baixo), Luciana Kreutzer (voz e percussão), Franklin Brasil (guitarra) e “Zig” Ronan Júnior (bateria).


Mais informações podem ser obtidas no Centro Cultural José Octávio Guizzo que fica na rua 26 de Agosto, 453. Centro. Telefone (67) 3317-1792.

Fonte: FCMS

Sarau dos Estrelas

Hoje, sexta-feira, 25 de Setembro, teremos a 3ª edição do Sarau das Estrelas.

Quero dizer que está ficando muiiiiito bom! Só falta você! (Galvão)

Local – Recanto das Estrelas
Rua 14 de Julho, 980 (entre Calarge e Belizário)
Horário – a partir das 20:00h
Informações – 9209 2243 – Eliane Galvão

Fonte: Galvão

Livro de Rubênio Marcelo


Sábado na Arte Técnica


Vá ao Cine Cultura



LEMBRANDO QUE TODA SEGUNDA FEIRA O INGRESSO É PROMOCIONAL R$4,00

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DOS FILMES NO SITE:
http://www.cinecultura.com.br/

Som da Concha


O Som da Concha – projeto do governo do Estado desenvolvido pela Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul - apresenta neste domingo (27 de setembro) o pop urbano do grupo Gobstopper e balanço eclético do Mandioca Loca a partir das 17h30 na Concha Acústica Helena Meirelles, no Parque das Nações Indígenas.


Formada em 2007 pelos integrantes Nico Jr., Leco Plaça e Marcel Medeiros, a Gobstopper utiliza-se de referências como filmes, cultura pop e acontecimentos do cotidiano urbano em suas canções. Além de influências claras como Los Hermanos e The Strokes, se baseiam nos sons de bandas diversas como Pato Fu, Gram, Enon, Jesus And Mary Chain, Hot Hot Heat, Tahiti 80, Luisa Mandou Um Beijo, Arctic Monkeys, Silverchair, Chico Buarque, Kings Of Leon, Radiohead e várias outras.

O resultado dessa mistura é algo que costumam chamar de “Chocorrock”. A Gobstopper apresenta um belo trabalho autoral, como as músicas "Mais Dois Minutos", "Como Vai Você?", "Sensação de Perda" e "Esse Carnaval", todas essas disponíveis no www.myspace.com/bandagobstopper.
Formado por Rodrigo Teixeira (voz, violão e guitarra), Fernando Bola (bateria e vocal), Anderson Rocha (guitarra) e Alex Mesquita (baixo), o Mandioca Loca é uma mescla sonora pantaneira universal. A banda fabrica uma goma concentrada que só podia sair do forno do Cerrado. Na batedeira do Mandioca vai de tudo: é polca-rock-punk-funk-guarania-folk-music.

No show deste domingo o grupo contará com as participações especiais de Rolando Chaparro (Paraguay), Filho dos Livres e Jerry Espíndola. O espetáculo espaço para composições do último disco, formado por músicas próprias e releituras de compositores sul-mato-grossenses. O álbum, gravado no Estúdio 45, em Campo Grande, entre abril de 2007 e junho de 2008, foi produzido de forma independente e pode ser conhecido no http://www.myspace.com/431190751

A banda já participou de vários eventos, como o Rock no Horto, Festival de Inverno de Bonito, Sesc Encena, Festival América do Sul e Tributo Alex Batata, em casas noturnas como o BarFly, Café Moinho e Sarau do Zé Geral e em locais como a Praça do Peixe, Chácara Bar e Praça Ary Coelho.

Som da Concha

O projeto é uma realização da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, que prevê apresentação de shows em domingos alternados que dão origem a um programa de televisão gravado ao vivo, exibido pela TV Pantanal no canal 14 da Net.

Serviço: A Concha Acústica Helena Meirelles, unidade da FCMS, fica na Rua Antônio Maria Coelho, 6000, no Parque das Nações Indígenas. A entrada para os shows é gratuita.

FONTE: FCMS

17º Festival Universitário da Canção acontece nesse fim de semana

O 17º FUC - Festival Universitário da Canção será realizada nessa sexta e sábado no Teatro Glauce Rocha, a partir das 20h. Ao todo serão 24 bandas selecionadas que se apresentarão nos dois dias do festival.

A abertura do festival, no dia 25, fica por conta do grupo de rock O Bando do Velho Jack e no dia 26 quem sobe ao palco é o projeto Tripé, formado por Paulo Simões, Jerry Espíndola e Filhos dos Livres.

Esse ano a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul conta com a parceria da Fundação Municipal de Cultura (Fundac), que premiará as doze bandas finalistas com a gravação de duas no Megafone Estúdio. Mais informações: 3345-7260.

Fonte: Fundac

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

21º Sarau dos Amigos


A vigésima primeira edição do Sarau dos Amigos se une a programação da Semana da Juventude, que traz como destaque uma exposição de artesanato das UNEIS de Campo Grande. O encontro cultural acontece nesta quinta-feira, 24 de setembro, das 19h às 22h, no bairro Universitário em Campo Grande. A entrada é um quilo de alimento, destinados às famílias atendidas pelos Vicentinos.


Em comemoração ao dia da árvore, a família de jardineiros e paisagistas do Recanto das Mudas vai distribuir várias espécies de Neem. A árvore de origem indiana é uma fonte bio-pesticida e medicinal, também utilizada na arborização urbana.

Nesta edição do Sarau dos Amigos o circo tem espaço com o ator e circense Ulisses Nogueira, da Circo Escola Pantanal, que faz alguns números de pirofagia. A dança do ventre é destacada com o Studio Nidal Abdul. Já o teatro é representado pelas atrizes Kely Zerial e Thathy D. Meo, artistas voluntárias do Núcleo Teatral Sarau dos Amigos, que realizam intervenções cênicas no espaço. O músico e ator Juninho Patrício apresenta um texto de comédia “stand up”.

Na varanda do Sarau acontece a exposição “Minha vida é andar por esse país: Brasil em recordações”, do artista plástico Jean Lima (Mão). O trabalho é resultado de viagens e militância no movimento estudantil.

Estão confirmadas apresentações da banda Aslima (Rock e Pop), João Gustavo e Gabriel (Sertanejo), Lizandra Garcia (Pop e MPB), Moleque Sensação (Samba e Pagode), além do tradicional espaço para as palinhas.

O FORMADS – Fórum de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de MS divulga a Campanha Guariroba Vivo, que visa preservar o principal abastecedor de água potável de Campo Grande.

Serviço: O Sarau dos Amigos acontece toda última quinta-feira do mês, das 19h às 22h, no bairro Universitário, em Campo Grande. A entrada é um quilo de alimento não perecível. O endereço é rua Elvira Matos de Oliveira, 927 (atrás da Escola José Barbosa Rodrigues, na casa do ator e jornalista Eduardo Romero). Informações pelos telefones 9619-6703 ou 9936-3909.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Vídeo do Sarau do Barbaquá

O SARAU DO BARBAQUÁ ACONTECE TODA QUARTA-FEIRA
http://www.youtube.com/watch?v=HWLd56SR_HI

Campo Grande recebe o Palco Giratório



PALCO GIRATÓRIO 2009 APRESENTA


O NOME CIENTÍFICO DA FORMIGA com:

Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira

Dia 27/09 às 19h

Teatro Prosa - SESC Horto


O Nome Cientifico da Formiga, pretende ser uma obra de metalinguagem, que expõe a sua pesquisa de movimentos e fala dela mesma e dos processos de pesquisa que adota. A obra discute e questiona o fazer artístico, fala de liberdade, brinca com a percepção do público. O objetivo é criar uma atmosfera misteriosa que, ao longo da obra, vai sendo revelada.

Ângelo e Ana Catarina vêm desenvolvendo experimentações com modos de combinar os movimentos de diversas danças brasileiras, a técnica do balé clássico e a dança contemporânea. A pesquisa de linguagem para a criação coreográfica desta obra foi feita através de 1800 fotos dos processos de pesquisa da dupla que resultaram nas obras do seu repertório. São imagens de Somtir (2003), Outras Formas (2004), Como? (2005) e Clandestino (2006), que foram tratadas em um processo de colagem que reciclou os materiais originais destas coreografias.

O Nome Cientifico da Formiga fez da colagem o seu método de criação, e com ele propõe uma verdadeira brincadeira de esconde-e-aparece. O publico poderá até mesmo encontrar ícones do mundo da arte contracenando com Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira.

Mais informações: 3321-3181 (Ramal 227)

Fonte: Lauren Cury

Exposição na Morada dos Baís

Hoje (22) começa na Morada dos Baís a exposição do artista plástico Marcos Varela intitulada Contextura. A abertura será às 19h30 e contará com a presença do artista, sendo que as obras ficarão expostas até o dia 04 de outubro. São 28 telas que reúnem diversas experiências de pintura figurativa e abstrata, como o abstracionismo com relevo.


A exposição ?Contextura? é uma iniciativa da Prefeitura Municipal de Campo grande, realizada por meio da Fundação Municipal de Cultura ? Fundac, que sempre traz para a Morada dos Baís artistas consagrados e novos nomes do cenário das artes. Para o diretor presidente da Fundação Municipal de Cultura, Athayde Nery, esse espaço é uma conquista dos artistas e sempre estará aberto para novos artistas que quiserem mostrar seu trabalho.

O expositor explica que encontra inspiração para a composição dos seus quadros na própria textura do quadro. ?A partir do momento em que eu visualizo a tela em branco trabalho para dar vida a ela, aí crio as figuras de forma livre, utilizando muita textura. As minhas obras não têm uma interpretação única, quero que as pessoas olhem para eles e admirem as formas e assim criar sua própria interpretação?, explica Varela.

Com 12 anos de carreira nas artes plástica, marcos Varela agora também se dedica a decoração de interiores, atividade que adotou há dois anos. Autodidata, o pintor campo-grandense já fez diversos cursos na área e também se dedica ao trabalho de arte e educação com crianças especiais, na Escola Juliano Varela.

Fonte: FUNDAC

CINEMARCO


O CineMarco é um ponto de exibição gratuita de filmes e vídeos em formato de curta e longa-metragem. Coordenado pelo Museu de Arte Contemporânea, o projeto utiliza o acervo da Programadora Brasil, programa do Ministério da Cultura (Minc) que disponibiliza obras audiovisuais da cinematografia brasileira para circuitos não-comerciais de difusão pública.


O acervo é composto por filmes de qualidade realizados em várias fases do cinema brasileiro e de gêneros variados como documentários, animações, ficção, experimental, voltados para diversas faixas etárias.

Serviço: Outras informações no Museu de Arte Contemporânea, localizado na Rua Antônio Maria Coelho, nº. 6000, no Parque das Nações Indígenas ou no telefone 3326-7449.

PRÓXIMA EDIÇÃO
Filme Comédias Contemporâneas

Próximo domingo (27 de setembro), às 15 horas.
Entrada gratuita e classificação de 12 anos.


Comédias Contemporâneas reúne em um mesmo filme seis curtas metragens que apresentam o Brasil social, geográfica e historicamente com pitadas de humor. Baseado em curtas, que exploram um rico e enorme campo para a expressão cômica, o longa de 95 minutos celebra a brasilidade.

Nessa coletânea, atravessamos o Brasil do extremo norte (Açaí com Jabá) ao Sul (O Oitavo Selo) observando uma série de narrativas que só extraem sua graça da possibilidade de narrar um conto cômico a partir das imagens e sons. Da realidade urbana de BMW Vermelho ao “causo” de bar de No Princípio era o Verbo, de uma história do passado (Dov´e Meneghetti) ao aparato tecnológico moderno (P R Kadeia), é possível rir de quase tudo através do cinema destes filmes.

Fonte: FCMS

Conheça a Biblioteca Pública Isaias Paim

A Biblioteca Pública Estadual Isaías Paim fica no segundo andar do Memorial da Cultura e da Cidadania, na Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559. Funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. No local estão disponíveis cerca de 30.000 títulos para empréstimo e/ou consulta.

Para se associar à Biblioteca Pública Estadual, é necessário um comprovante de residência, uma foto 3x4, um documento de identidade e a taxa de R$ 5,00 (por semestre) para a manutenção do acervo. Mais informações nos telefones: (67) 3316-9175 / 9161.

Projeto

O governo do Estado, por meio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), realiza nesta quinta-feira (24), a partir das 10h, a 8ª edição do projeto “Exposição Literária”, na Biblioteca Pública Estadual Isaías Paim.


A iniciativa acontece mensalmente e foi idealizada pelo presidente da Fundação de Cultura, Américo Calheiros. A exposição traz a cada edição um tema que esteja relacionado com livros que já integram o acervo da biblioteca. No lançamento de cada exposição nova, alunos de escolas de 1º e 2º grau e de universidades são convidados para assistirem palestras seguidas de um batepapo com especialistas sobre o tema da exposição.

Nesta segunda edição, “Transporte e Trânsito” é o tema em destaque. O poeta Ruberval Cunha vai abordar o assunto de forma lúdica para promover a conscientização sobre as leis de trânsito e prevenção de acidentes.

Na edição anterior, realizada em julho, o tema em destaque foi bicentenário de Louis Braille. Telma Nantes, diretora presidente do Instituto Sul-mato-grossense para Cegos Florivaldo Vargas irá falar sobre a vida de Louis Braille e introduzir o público nas inovações da tecnologia assistiva.

Fonte: FCMS

Seleção de elenco em Campo Grande

Grupo Flor & Espinho seleciona atores para curta metragem "Presente Especial". Quarta, dia 23/09, das 14 às 18hs. Local: Centro Cultural José Octavio Guizzo, R. 26 de agosto, 453 - Campo Grande - MS. Informações floreespinho@gmail.com

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

MIS oferece o "Curso Básico de Fotografia com câmera digital"

A partir da próxima quarta-feira (23) até 25 de setembro, o Museu da Imagem e do Som (MIS), unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), oferece o "Curso Básico de Fotografia com câmera digital" ministrado pelos técnicos de área de cinema e vídeo do museu, Adriano dos Santos e Matheus de Almeida. O curso acontece da 14h às 17h.


O curso é feito para os “fotoamadores” que tenham qualquer tipo de máquina digital: automática, semi-automática ou manual independentemente da resolução da câmera. Seu objetivo apresentar as técnicas básicas da fotografia digital, entre elas, composição, planos, enquadramentos, técnicas de fotometria, macro e close. O conteúdo do curso é dirigido a fotógrafos iniciantes e abrange a fotografia casual. As atividades são desenvolvidas através de aulas teóricas e práticas, manipulação digital e avaliação dos resultados obtidos pelos alunos. Quem for participar do curso deve levar bateria carregada e cabo USB.

O "Curso Básico de Fotografia com câmera digital" integra o projeto Amplificadores da Cultura. O investimento é de R$ 25. Mais informações no MIS, aberto de segunda a sexta das 7h30 às 17h30, na Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559. Telefone: 3316-9178 ou no e-mail: mis.de.ms@gmail.com.

Exposição coletiva “Artes Visuais – Cultura e Criação” no Memorial da Cultura



A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), nesta quinta-feira (24), inaugura a exposição coletiva “Artes Visuais – Cultura e Criação”, dos acadêmicos da pós-graduação em Artes Visuais Senac - EAD, na Grande Galeria do Memorial da Cultura e da Cidadania. A mostra integra o projeto Território Ocupado, destinado a artistas que ao longo do tempo legitimaram suas práticas na pintura, desenho, gravura e outras atividades nas artes plásticas, e permanecem para visitação até 23 de outubro, de segunda a sexta das 8h às 17h30. A entrada é gratuita.


O espaço cultural se tornará uma mostra de experimentos criativos de profissionais do primeiro curso do país voltado à área de criação, design, fotografia, moda, arquitetura e linguagens visuais. O público poderá vislumbrar o aprimoramento técnico e conceitual dos artistas, que contribuem com a evolução da arte de Mato Grosso do Sul. Integram a exposição trabalhos de Beatriz Perez, Daniele Andrade, Einstein Halking, Elaine Cristina Valdez, Eliana Reis, Fabiana Silveira, Galvão Pretto, Isabella Ghetti, Joana Resende, Joelma,Jonas Santana, Julia Campos, Lígia Zeolla Vieira, Marcus Vinicius, Rosaura Pannebecker, Sandra Ghetti, Verônica Hirata e Vonivanda Rodrigues. Os artistas atuam nas áreas de Moda, Artes Visuais, Artes Plásticas, Publicidade, Multimídia e afins.

Segundo o coordenador do Núcleo de Artes Visuais da FCMS, Galvão Pretto, a mostra traz a possibilidade de olhar e compreender, aceitar ou não, todavia perceber que existem outros sistemas vigorando no plano paralelo imediato, como a oferta dessas várias pessoas, alunos investigadores das diversas áreas, que pesquisam assuntos do nosso tempo. “Após meses trabalhando e organizando em suas pesquisas, estes artistas nos oferecem o resultado de seus experimentos, aqui e agora, corporificando até o presente instante, seus pensamentos e atitudes estéticas”, conclui.

O Memorial da Cultura e da Cidadania fica na Avenida Fernando Correa da Costa, 559. Mais informações pelo telefone (67) 3316-9170.

2º Baile & Saudade para pessoas da melhor idade

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) promove nesta sexta-feira (25), o “2º Baile & Saudade” em parceria com a comunidade São Pedro Apóstolo, a partir das 19h30, na praça do Recanto dos Pássaros. A entrada é franca.

O projeto acontece uma vez por mês nos bairros da Capital e deverá ser ampliado para outros municípios do Estado. “Este evento foi desenvolvido pensando nas pessoas da melhor idade, e é mais uma oportunidade que a Fundação de Cultura oferece ao sul-mato-grossense de se confraternizarem e congregarem a família”, destacou o presidente da FCMS, Américo Calheiros.

A animação do baile fica por conta do grupo Celestiales. Formado há mais de 28 anos, a bandagravou 12 LPs e quatro Cds. Seu último disco vendeu 80 mil copias com a música “Andréia”. A banda que já tocou na Argentina e na Bolívia, vai tocar diversos estilos musicais durante a festa. O grupo é formado por Raimundo (baixista), Leonardo Franco(violão e voz), Damião “Ratinho” (bateirista), Ronaldo (violão e voz) e Valdir (gaita).

Durante o evento a comunidade São Pedro Apóstolo estará vendendo salgados e refrigerantes em prol da própria comunidade.

MARCO recebe a visita de estudantes para a 3ª Primavera de Museus







O governo do Estado, através do Museu de Arte Contemporânea (MARCO), unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, realiza entre os dias 22 a 25 de setembro a 3ª Primavera de Museus. O projeto levará crianças e jovens de escolas públicas e particulares previamente agendadas para participarem de uma programação especial.
A programação contará com visitas mediadas às salas de exposição da 3ª Temporada de Exposições do MARCO, realizadas pelas arte-educadoras e pedagogas do Programa Educativo. Em seguida será apresentado o curta infantil Leonel Pé de Vento, do acervo da Programadora Brasil, seguido de debate. O filme aborda a história de um menino que nasceu pé de vento e por isso vivia isolado, até que ele descobre a importância da amizade e a convivência com as diferenças.
O tema da 3ª Primavera é Museus e Direitos Humanos, proposta pelo Departamento de Museus através do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM). O projeto viabiliza a discussão do papel dos museus como espaços que valorizam a diversidade cultural e o respeito aos direitos sociais do indivíduo.
Serviço: As visitas da 3ª Primavera de Museus acontecem de 22 a 25 de setembro no MARCO apenas durante o período vespertino. O telefone de agendamento para participação no Programa Educativo é 3326-7449. Outras informações pelo telefone ou no MARCO, que fica na Rua Antônio Maria Coelho, 6000, no Parque das Nações Indígenas.

Fonte: FCMS

Campo Grande tem Samba raiz com Brasilidade

Ana Piccini convida:


Não Percam!!!
Noite do Samba com Brasilidade & Amigos
Dia 03 de outubro de 2009 a partir das 22h no Radio Clube Cidade.
Samba de Qualidade!




VOTA CULTURA

A Cia Mercado Cênico recomenda:

Semana de mobilização pela Cultura - aprovação da PEC 150...
Vamos divulgar e repassar a todos, principalmente aos nossos Deputados e Senadores.

Mais informações em http://www.mercadocenico.com.br/






sexta-feira, 18 de setembro de 2009

1ª SEMANA MUNICIPAL DA JUVENTUDE DE CAMPO GRANDE

De 20 a 27 de setembro serão realizadas atividades em diversos espaços e com variados segmentos da juventude e tem como objetivo aproximar o Conselho Municipal da Juventude da Juventude da Capital e proporcionar protagonismo e visibilidade para as entidades e organizações de juventude atuantes.

Atividades como o Lançamento da Frente Parlamentar de Juventude na Frente Parlamentar na Câmara Municipal de Vereadores, Encontro de Jovens Advogados na sede OAB/MS, Encontro de Conselhos e Gestores de Juventude na Câmara Municipal de Vereadores, Lançamento Cine Juventude no Pontão de Cultura Guaicuru, Visita ao Centro Recomeçando e Construção da Bandeira da Juventude de Campo Grande, Encontro de Juventudes Partidárias, Econtro com Juventudes Religiosas, Encontro com o movimento LGBT. Fazem parte da programação que você pode conferir no endereço: http://www.semanadajuventudecg.blogspot.com/

Fonte: Fabiola Brandão

Espetáculo Maçônico neste sábado



A WJ Comunicações, apresenta no dia 26 de setembro (sábado), às 20h, no Teatro Aracy Balabanian do Centro Cultural José Octávio Guizzo a peça D.Pedro I – Espetáculo Maçônico. A classificação do espetáculo é de 14 anos, com duração média de 60 minutos. Após a apresentação está programado um debate entre o ator e o público.


Após realizar uma turnê em cidades das regiões Sudeste e Sul, o ator e diretor cênico carioca John Vaz vem a Mato Grosso do Sul para apresentar a peça que se passa dentro de uma loja maçônica do Grande Oriente Lusitano de Lisboa em 1834.

Lá, Pedro IV de Portugal (Pedro I para nós brasileiros) faz um relato detalhado de toda a trajetória de sua vida, desde a chegada de sua família ao Brasil, em 1808, passando pela regência de seu pai, o retorno a Portugal de sua família, a regência de Pedro I, os bastidores do Dia do Fico e da Independência do Brasil, a abdicação ao trono brasileiro e português, a deposição de sua filha Maria como rainha de Portugal, e a guerra que travou com irmão Miguel pelo trono português. Em outubro, a peça segue em turnê pelo interior do Estado, passando pelas cidades de Corumbá e Ladário.

Figuras como Gonçalves Ledo e José Bonifácio ganham destaque na peça. A montagem é uma verdadeira aula de história, inédita e de utilidade cultural e educativa. Para a pesquisa do texto, foi elaborado um levantamento das fontes históricas e das atas das Lojas Maçônicas Comércio e Artes do Rio de Janeiro (GOERJ) e dos relatos do Museu Maçônico do Grande Oriente Lusitano em Portugal. Para que haja uma maior interação com o público, momentos antes de começar o espetáculo, John Vaz convida dez pessoas para participarem da peça.

Na sexta-feira (25), os patrocinadores - Coisas Mil, Áquila Fast Food e Aruanã Restaurante e Buffet proporcionarão aos estudantes da rede pública de ensino e projetos sociais uma sessão gratuita. Os interessados pelas instituições podem agendar reserva pelo telefone 9989-4621. O evento tem ainda o apoio do Hotel Gaspar e do site Realidade MS.

Serviço: Os ingressos estão à venda antecipadamente no valor único de R$ 15 e na hora do espetáculo a R$ 30 (inteira) e 15 (meia). Outras informações podem ser obtidas no Centro Cultural José Octávio Guizzo, na Rua 26 de Agosto, 453 ou pelo telefone 3317-1792.

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Espedito Di Montebranco

Espedito Di Montebranco, escritor, poeta, artista plástico, dramaturgo, cenógrafo, ator-DRT/ nº 64 livro 01 fls 32v – MS, iluminador, DRT nº 66 livro 01 fls 33v-MS e Diretor Teatral/ DRT- nº 65 livro 01 fls 33-MS.



Oferece serviços em Artes Cênicas para todo o Brasil:

· projetos e operação de iluminação para espetáculos teatrais, dança, shows, etc...

· construção de textos dramaturgicos,

· Construção de cenografia,

· Atuação em espetáculos,

· Atuação em cinema e televisão,

· Direção de espetáculos

· Oficinas de Atuação e Direção.


Espedito Montebranco

Design de luz, dramaturgo, cenógrafo, ator e Diretor Teatral

(67)9903-4865

Cine Brasil exibe filmes sobre o nordeste brasileiro



Na próxima semana, de terça a sexta-feira (22 a 25), a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) exibe o Circuito Nordeste na programação de setembro do "Cine Brasil – Curtas e Longas no Centro", projeto que disponibiliza filmes e vídeos em formato de curta e longa-metragem, gratuitamente, através da Programadora Brasil. As exibições acontecem no Centro Cultural José Octávio Guizzo, toda última semana do mês, às 18h30. O Circuito Nordestino aborda a vida de alguns personagens que marcaram a história brasileira, mostrando o cotidiano do povo nordestino.

Na terça-feira (22), será exibido o filme “Coronel Delmiro Gouveia” (90’/RJ/FICÇÃO/1978/12anos), com direção de Geraldo Sarno. Em fins do século XIX, Delmiro Gouveia, rico comerciante e exportador do Recife, sofre perseguições políticas. Seu estilo arrojado e aventureiro lança contra ele muitos inimigos, inclusive o governador do Estado. Falido e perseguido pela polícia do Governador, Delmiro refugia-se no sertão e recomeça sua atividade de exportador de couros. Monta uma fábrica de linhas de costura, aproveitando a energia elétrica da usina que constrói na Cachoeira de Paulo Afonso e o algodão herbáceo nativo na região. Os ingleses da Machine Cottons, ex-senhores absolutos do mercado, enviam emissários para negociar a situação criada. Delmiro nega-se a vender ou associar-se. É assassinado em 10 de outubro de 1917. Em 1929, a fábrica é adquirida pelos ingleses, destruída e lançada nas águas da Cachoeira de Paulo Afonso. No mesmo dia, vai ser exibido o filme “Delmiro Gouveia: O Homem e a Terra” (90’/BA,SP,RJ/FICÇÃO/1971/12anos), com direção de Geraldo Sarno, que relata os aspectos da vida e obra do nordestino Delmiro Augusto da Cruz Gouveia, natural do Ceará. Seu trabalho é pioneiro em Alagoas, iniciando a revolução industrial e hidráulica, ou planificando a eletrificação da região com o aproveitamento da força motriz da Cachoeira de Paulo Afonso.

Na quarta-feira (23), é a vez do filme “Milagre em Juazeiro” (83’/CE/DOC/1999/Livre), com direção de Wolney Oliveira. Em 1889 no Ceará, Padre Cícero Romão Batista, pároco de Juazeiro do Norte, administra a comunhão aos fiéis. Entre eles está Maria de Araújo, mulher simples e religiosa. Quando recebe a hóstia das mãos do Padre e pousa em sua boca, a transforma em sangue. Milagre? O fenômeno se repete e se consolida a crença de que o Padre é um Santo e a beata Maria de Araújo, um instrumento de Deus. As primeiras romarias começam a chegar a Juazeiro. O milagre pouco ortodoxo e de tanto apelo popular não agradou à Igreja Católica Apostólica Romana. Padre Cícero se vê privado dos misteres religiosos. Morre sem conseguir a absolvição, mas seu poder político perdura enquanto vive. A polêmica continua até hoje. Juazeiro do Norte é cenário de uma das maiores romarias do Brasil e Padre Cícero é venerado como um verdadeiro Santo. Em seguida será exibido o filme “Padre Cícero” (10’/RJ/DOC/1972/Livre), com direção de Geraldo Sarno. O Padre Cícero, antigo líder religioso, ligado à formação social, política e econômica do Vale do Cariri é homenageado pela população local e pela multidão de romeiros que ali percorre. Com aproveitamento de material cinematográfico da época (1925), em que o Padre recebe visita das mais altas autoridades do Estado,em companhia de seu protegido o deputado Federal Floro Bartolomeu, para inaugurar sua própria estátua em praça pública , o filme mostra o uso que se fez da imagem do velho patriarca bondoso, pai dos pobres e protetor dos desvalidos. Mostra também como os anseios de sua população de romeiros estão cristalizadas em ritos de veneração a essa imagem.

Na quinta-feira (24), será o exibido o filme “Uma Questão de Terra” (80’/PB/DOC/1988/Livre), com direção de Manfredo Caldas. Ele aborda o assassinato da líder camponesa Margarida Maria Alves, analisando os diversos níveis de violência no campo. Ao dar voz aos trabalhadores rurais, questiona-se, de maneira contundente, o problema fundiário no país, especificamente no Estado da Paraíba. O documentário culmina com os três dias de votação da reforma agrária na Assembléia Nacional Constituinte de 1988. Em seguida é exibido o filme “Cinema, Aspirinas e Urubus” (99’/PE/FIC/2005/14anos), com direção de Marcelo Gomes. Em 1942, no meio do sertão nordestino, dois homens se encontram: Johann, um alemão que fugiu da Guerra, e Ranulpho, um brasileiro que quer escapar da seca que assola a região. Viajando de povoado em povoado, eles exibem filmes para pessoas que já haviam conhecido o cinema, para vender um remédio “milagroso”. Continuando a cruzar as estradas empoeiradas de um sertão arcaico, eles buscam novos horizontes em suas vidas. Nesta jornada, os dois aprendem a respeitar as diferenças e surge entre eles uma amizade incomum, mas que marcará suas vidas para sempre.

Na sexta-feira (25), para finalizar o projeto, será exibido o filme “A Pedra da Riqueza” (16’/PB,RJ/DOC/1976/Livre), com direção de Vladimir Carvalho. A partir de depoimentos dos próprios garimpeiros, o documentário procura compreender o processo primitivo do trabalho de garimpo da xelita, nas minas da região do vale do Sabugi, Paraíba, consideradas umas das mais importantes do mundo. Enfoca as rudimentares condições de vida desses trabalhadores, num sistema de trabalho quase primitivo, sem carteira de trabalho, assistência médica ou social e que desconhecem o valor e o destino da matéria-prima que extraem: o tungstênio, utilizado nos mais sofisticados e complexos instrumentos da tecnologia nuclear. Após será exibido o filme “O crime da imagem” (13’/PE/FIC/1992/14anos), com direção de Lírio Ferreira, que conta uma viagem simulada por um sertanejo desconfiado da fidelidade da esposa, e que tem desfecho trágico. É um episódio lendário sobre Antônio Conselheiro, antes de se tornar um líder político-místico-religioso.

Mais informações podem ser obtidas no Centro Cultural José Octávio Guizzo, na rua 26 de Agosto, 453 ou pelo telefone 3317-1792.

Fonte: FCMS

MARCO abre Terceira Temporada de Exposições 2009

CONHEÇA O MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA!!! APROVEITA A NOVA MOSTRA.



Ana Maria Lopes
O governo do Estado, por meio do Museu de Arte Contemporânea (MARCO), unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), inaugura na próxima terça-feira (22 de setembro), às 19h30, a 3ª Temporada de Exposições 2009.

Serão apresentadas quatro mostras: A Arte de Colecionar-te (A arte pelos olhos de um colecionador), Simples Apego, Estima ao Acaso, além de obras contempladas pelo museu através do Prêmio Marcantonio Vilaça.

Nesta nova temporada de exposições, o MARCO abre espaço para que a população tenha acesso a uma mostra com obras de artistas regionais, nacionais e internacionais consagrados.

Estarão presentes trabalhos de artistas consagrados nacionalmente, como Bruno Giorgi, Di Cavalcanti, Heitor dos Prazeres, Siron Franco e Yutaka Toyota. De nossa região, destacam-se Humberto Espíndola, Edson Castro e Evandro Prado. A mostra também apresenta a arte de artistas da Argentina, Colômbia, Equador, Estados Unidos, Honduras, Inglaterra, Uruguai e Venezuela.

Mostras

A exposição Simples Apego, de Celair Ramos Peralta, a Buga, artista plástica nascida e criada em Bonito, nos revela através de cores intensas delicada trama de bordados e cerâmicas que nos remete às riquezas naturais de sua terra e de seu universo interior.

Na mostra abstrata de fotografias digitais Estima ao Acaso, a artista visual Ana Maria Lopes apresenta uma série de experimentações fotográficas utilizando a técnica de light paint. Com a movimentação manual da câmera fotográfica, Ana Maria capta imagens imprevisíveis e singulares.

Ainda nesta 3ª Temporada o MARCO apresentará as obras contempladas de três importantes artistas: Wega Nery, Ignês Corrêa da Costa e Jorapimo, adquiridas pelo Prêmio Marcantonio Vilaça, projeto realizado pelo Ministério da Cultura através da FUNARTE (Fundação Nacional de Arte).

Serviço: A 3ª Temporada de Exposições estará aberta à visitação de terça a sexta, das 12h às 18h. Sábados, domingos e feriados das 14h às 18h. Outras informações no Museu de Arte Contemporânea, que fica na Rua Antônio Maria Coelho, nº 6000, no Parque das Nações Indígenas ou pelo telefone (67) 3326-7449.

Fonte: FCMS

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

ACONTECE AMANHÃ LEITURA PÚBLICA DO PLANO MUNICIPAL DE CULTURA

A Fundação Municipal de Cultura (Fundac) dá continuidade a elaboração do Plano Municipal de Cultura, que nessa segunda etapa terá a leitura pública para rever o que foi feito em julho. Na primeira etapa, militantes se uniram à comunidade artística por dois dias para desenvolver as diretrizes do plano. Agora o texto, que já passou pela consultoria jurídica, terá uma leitura pública amanhã, quinta-feira (17/09), no Armazém Cultural.

O principal objetivo do plano é programar as ações para a cultura do município para os próximos dez anos.

O plano deve ser elaborado agora para assim que as Propostas de Emenda Constitucional (PEC´s) número 236 e 150 foram aprovadas no Congresso Nacional, Campo Grande seja uma das primeiras cidades a mostrar que está organizada para solicitar recursos. A primeira PEC se refere a cultura como direito social do povo brasileiro e a segunda vincula 2% do orçamento federal, 1,5% do orçamento estadual e 1% do municipal a investimentos na área cultural.

Após a leitura, o texto inda irá para a Câmara Municipal, para ser debatido em uma audiência pública e posteriormente ser transformado em projeto de lei.

O Armazém cultural está localizado na Av Calógeras, 3110 – Centro.

CICLO DE FORMAÇÃO EM CULTURA AUDIOVISUAL NO MIS

De setembro a dezembro, será realizado no Museu da Imagem e do Som (MIS), o programa Ciclo de Formação em Cultura Audiovisual, com oito oficinas de formação em linguagem audiovisual com abordagem teórica e prática. O objetivo é oferecer uma aprendizagem que possa trazer desenvolvimento da subjetividade e também profissional, dando a oportunidade para o exercício da reflexão, experimentação e produção na linguagem audiovisual em MS.

Mais informações no Museu da Imagem e do Som, localizado na Avenida Fernando Correa da Costa, 559 - prédio do Memorial da Cultura e da Cidadania, terceiro andar. Telefone: 3316-9178.

Contato para imprensa:

Lúcia Monte Serrat: (67) 8411-5401

Segue a programação completa:

SETEMBRO
Introdução à linguagem do cinema - com Bete Bulara
Período: de 08 a 12 de setembro
Horário: das 13h30 às 18h30
Público: a partir de 15 anos
Investimento: R$ 20,00
Ministrada por Bete Bulara (RJ) - cineasta, fotógrafa, jornalista e arte-educadora - a oficina abordará os elementos mais significativos da linguagem cinematográfica através da análise de trechos de filmes e curtas-metragens selecionados. Durante a oficina os participantes serão conduzidos à produção, gravação e edição de um vídeo.

- Crítica de cinema - com Rodrigo Oliveira
Período: de 21 a 25 de setembro
Horário: das 18h às 22h
Público: adulto
Investimento: R$ 20,00
Ministrada por Rodrigo de Oliveira (RJ) - crítico de cinema, pesquisador e cineasta - a oficina lança um olhar sobre o cinema brasileiro e mundial através da exibição e discussão de alguns dos mais importantes curtas-metragens da história da sétima arte, analisando os métodos de produção e construção cinematográfica ao longo dos anos e pensando o lugar que o crítico de cinema ocupa neste processo, conduzindo o participante a uma reflexão crítica em relação à história estética e política do cinema e sua ligação (teórica e prática) com os filmes contemporâneos.

OUTUBRO

-Story-board para cinema e TV - com Daniel Magalhães
Período: de 19 a 23 de outubro
Horário: das 13h30 às 17h30
Público: a partir de 15 anos
Investimento: R$ 20,00
Ministrada por Daniel Magalhães (MS) - bacharelando em Artes Visuais e ilustrador - a oficina abordará o método de tradução de um roteiro, instrumentalizando o participante a transformar um texto descritivo em imagens seqüenciais para cinema e televisão. Com aulas teóricas e práticas onde serão ensinados fundamentos do desenho com análise de curtas-metragens e roteiros brasileiros.

- Mágicas e técnicas de animação - com Anna Rosaura Trancoso
Período: de 27 a 30 de outubro
Horário: das 13h30 às 17h30
Público: de 9 a 14 anos
Investimento: R$ 20,00
Ministrada por Anna Rosaura Trancoso (RJ) - licenciada em Educação Artística na PUC/RJ - a oficina é destinada a crianças e adolescentes que serão estimulados à descoberta do fenômeno do movimento de maneira lúdica e divertida, através de brinquedos ópticos e técnicas de animação. Durante a atividade serão exibidas algumas animações e os participantes aprenderão a confeccionar seus próprios brinquedos, produzindo uma animação com a técnica de stop motion.

NOVEMBRO

- Tema x método na abordagem e criação documental - com Joel Pizzini
Período: de 09 a 13 de novembro
Horário: das 18h às 22h
Público: adulto
Investimento: R$ 20,00
Ministrada por Joel Pizzini (RJ) - cineasta e documentarista - a oficina propõe uma reflexão sistemática sobre as estratégias para a construção da linguagem de um filme documentário. A partir de exibições de trechos de documentários clássicos serão estudadas as principais vertentes do documentário clássico e contemporâneo e as estratégias de apropriação e aproximação de temas adotados na criação documental.

- Iniciação a fotografia - com Bete Bullara
Período: de 24 a 27 de novembro
Horário: das 13h30 às 18h30
Público: a partir de 15 anos
Investimento: R$ 20,00
Ministrada por Bete Bulara (RJ) a oficina propõe uma iniciação aos elementos básicos da fotografia através de análises dessa linguagem na publicidade e na imprensa. Serão abordados temas como equipamentos fotográficos, técnicas fotográficas, luz, formas, cores e a estética da fotografia. Os exercícios com câmeras fotográficas serão acompanhados de uma análise reflexiva dos resultados obtidos.

DEZEMBRO

- Iniciação ao roteiro - com Ana Paula Nunes
Período: de 07 a 11 de dezembr
Horário: das 18h às 22h
Público: a partir de 15 anos
Investimento: R$ 20,00
Ministrada por Ana Paula Nunes (RJ) - cineasta e arte-educadora - será realizado um estudo sobre a estrutura do roteiro partindo da análise crítica de obras audiovisuais. Identificando as principais teorias sobre a construção dramática para ajudar o participante a desenvolver seu próprio roteiro, a oficina pretende a produção de um roteiro de curta-metragem realizado em conjunto pelos participantes, com discussão final a respeito dos resultados obtidos.

- Criação e produção de vídeo - com Ana Paula Nunes e Anna Rosaura Trancoso
Período: de 14 a 18 de dezembro
Horário: das 13h30 às 18h30
Público: a partir de 14 anos
Investimento: R$ 20,00
Ministrada por Ana Paula Nunes e Anna Rosaura Trancoso a oficina abordará os diferentes suportes usados na construção do discurso audiovisual, analisando os elementos mais significativos da linguagem - tipos de plano, angulações, movimentos de câmera, fotografia, montagem e som. Serão realizados exercícios de visualização e story-board, produção e edição de vídeos.

Orquestra Sinfônica de Campo Grande e Myriam Hidber Dickinson (Flauta)



(23 de Setembro no teatro Glauce Rocha).

Nascida na Suíça, a flautista teve sua formação musical no Schaffhausen Conservatory e Zurich Musikhochschule. Atua como solista de orquestras e outras formações musicais em diversos países, tais como: Suíça, Itália, Áustria, França, Estados Unidos, Bulgária, Egito e Ucrânia.


Na quarta-feira, dia 23 de setembro, a flautista realiza o concerto em Ré Maior de Franz Schwindl com a Orquestra Sinfônica Municipal de Campo Grande e segue para Brasília, dando continuidade às atividades musicais programadas para o Brasil no mês de setembro.

Em contraponto com a música europeia dos séculos XVIII e XIX, serão apresentados números de música popular brasileira especialmente arranjados para orquestra sinfônica, visto que a flautista é também uma admiradora da nossa música, o que pode ser comprovado em seu CD “Brazil em Cores - the musical colours of Brazil”.

O concerto acontece no Teatro Glauce Rocha dia 23 de setembro às 20h00 dentro do projeto Movimento Concerto e tem entrada franca.

Fonte: Jardel Vinícius

Melissa Azevedo no Sexta no Sexc



Queridos,


Estarei me apresentando nesta sexta (18/09) no projeto SEXTA NO SESC.

Não será no teatro mas sim no Bar do SESC HORTO, das 19h30 às 22h30,

que fica na rua Anhanduí, nº 200, centro, telefone para contato: 3321-3181.

Estarei apresentando canções da nossa Música Popular Brasileira e do nosso Mato Grosso do Sul

ao lado do músico Marcos Assunção. Por favor, repassem esta mensagem para os seus queridos.


Aguardo vocês para juntos celebrarmos nossa amizade!


Abraço,

Melissa Azevedo.

Livro: A Música de Mato Grosso do Sul

Leia a obra de Idara Duncan e Mária da Glória Sá Rosa.


O livro “A Música de Mato Grosso do Sul” tem apresentação de Albana Xavier Nogueira, prefácio de Américo Calheiros, projeto gráfico e editoração eletrônica de Marília Leite e capa de Fernando Marson.

A obra, valorizada por centenas de fotos coloridas, percorre os caminhos da música urbana, da erudita, da sertaneja e fronteiriça em 380 páginas, em que os compositores e intérpretes recompõem através da palavra as próprias criações, ao mesmo tempo que fazem da música a grande metáfora da cultura de um Estado onde convivem identidades, línguas e culturas diferentes.

Destaca-se a parte denominada jornalismo cultural, em que foram ouvidos críticos, pesquisadores e produtores que analisam as influências indígena, boliviana, paraguaia, além das provenientes das diversas correntes vindas de outras regiões brasileiras.

Durante mais de quatro anos as autoras conviveram com os mais diversos tipos de música, mas foi principalmente o discurso dos compositores que permitiu o levantamento das raízes, o conhecimento da música em suas diferentes dimensões, numa obra original que servirá de base a estudantes e ao público em geral para a valorização de uma arte definidora dos traços distintivos de inúmeras gerações.

O livro tem como base a memória dos criadores de música e o interesse das autoras pelo resgate da arte sul-mato-grossense.

Boa opção para esta Quinta

Dimitri Pellz está retornando calejado das viagens à PORO VELHO-RO e GOIÂNIA-GO direto para o palco do SIS LOUNGE, junto com uma das bandas mais legais de Campo Grande, o LOUVA DUB. A festa rola no SIS LOUNGE, nesta QUINTA-FEIRA 17/09, com direito a um desconto muito bem-vindo para quem mandar o nome para a lista no email dancosge@hotmail.com e chegar antes das 23 HORAS. Nos vemos na festa! HA!




QUINTA-FEIRA 17/09

SIS LOUNGE, na Rua Dr. Zerbini, n. 53 (próx. Shopping Campo Grande) - Campo Grande/MS

com

LOUVA DUB - http://www.myspace.com/louvadub

DIMITRI PELLZ - http://www.myspace.com/dimitripellz



R$ 3,00 (nome na lista, antes das 23 horas) / R$ 7,00 (sem nome na lista)

à partir das 21 horas (os shows começam às 23 horas)

Você ja foi em uma Bigornada???


QUEM SOMOS:

Para encerrar de uma vez por todas as profecias sobre o futuro do que ainda insistimos em chamar de cena rock, eis que entre uma e outra cerveja, e conversas mais ou menos politizadas (muito menos, diga-se de passagem), surgiu a idéia de uma produtora independente, um coletivo de produção cultural.


Retomando o ponto de partida: Arroubos "axezísticos" e batucadas de samba enredo. Foi em fevereiro de 2007 que resolvemos dar um basta. Sendo extremamente sinceros com o som que nos atormentava os tímpanos, o nome surgiu do estalo: BIGORNA PRODUÇÕES.

Não que seja uma homenagem aos estilos musicais citados, mas sim uma resposta à altura.

Esmagando cabeças de coiotes desavisados, a Bigorna Produções nasceu para servir os interesses do que já chamamos de cena rock, produzindo bandas e eventos, e os seus próprios, pois não há nada que nos alegre mais do que boas noites mal dormidas de rock and roll.

Considerando que Campo Grande(MS) está longe de ser uma potência no famigerado "circuito independente", nossa intenção é organizar a bagunçada produção cultural independente sul-matogrossense. Juntando as bandas, o público, bares e produtores, todos com o objetivo de fazer rock.

Desculpe-nos a pretensão, mas estamos cheios de boas intenções. Porém o inferno também está...

Mas não dizem que rock é tudo coisa do diabo mesmo?!

CONTATO:
bigorna@bigornaproducoes.com

Letz Spindola

(67)8407-3838

letz.spindola@gmail.com

Concurso de fotografia do CREA

SARAU DAS ESTRELAS

Nesta sexta-feira, 18/09, tem a 2ª Edição do Sarau das Estrelas, na 14 de Julho, 980.
Mais informações com o músico Galvão no e-mail galvaozim@gmail.com

Dança de Salão no Centro Cultural



Estão abertas as inscrições para o curso de Dança de Salão do Programa Educativo do Centro Cultural José Otávio Guizzo, desenvolvido pelo governo do Estado através da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul. As aulas são ministradas pelo professor e educador físico Flávio Mathias.

O curso percorre o ensino da Dança de Salão através de diferentes ritmos e estilos, aliando conhecimento de danças praticadas dentro e fora do Brasil às diferentes modalidades e as batidas regionais. As aulas são direcionadas para adolescentes e adultos e podem ser realizadas tanto para casais como para solteiros ou praticantes sem parceiros. O curso acontece todas as terças, quartas e sextas-feiras, das 20h às 21h30.

Flávio Mathias tem 22 anos de experiência na área de dança de salão. É formado pela Faculdade Rainha do Sertão, no Ceará e pela academia Top Dance, no Uruguai. Já lecionou dança de salão no Centro Cultural por 10 anos.

Serviço: A mensalidade tem valor de R$ 45,00 (individual) ou R$ 80,00 (casal). Outras informações podem ser adquiridas no Centro Cultural José Octávio Guizzo, pelo telefone 3317-1792 ou com o professor Flávio Mathias, pelo telefone 9112-1633.

Banda ‘Velhas Virgens’ faz show na Capital nesta sexta



Nesta sexta-feira (18) a banda paulistana Velhas Virgens realiza mais um show em Campo Grande. Com muito humor e animação, a banda é motivo de casa lotada em todas as apresentações. O show será o comemorativo “Nós somos as Velhas Virgens – Especial 21 anos”. O evento começa às 23 horas e será realizado no BarFly. Os ingressos custam R$ 15 (1º lote) e R$ 20 (2º lote) e estão a venda na Planet Music (Shopping Campo Grande), Rock Show e no BarFly.

Formada por Paulo de Carvalho, mais conhecido como Paulão nos vocais, Alexandre ‘Cavalo’ Dias na guitarra, Roy Carlini na guitarra elétrica, Tuca Paiva no contra-baixo, Simon Brow na bateria e Juliana Kosso nos vocais, a banda das Velhas Virgens tem mais de 21 anos de estrada.

Velhas Virgens tem na bagagem mais de dez álbuns com sucessos que não saem da cabeça da moçada. As músicas “Abre essas pernas”, “Cubanajara”, “Senhor Sucesso”, “Madrugada e Meia”, “Safadeza Pura” estarão no repertorio do show.

A banda que é considerada polêmica por inovar a cena nacional da música independente se destaca pelas suas músicas que fazem apologia ao sexo e à cerveja, mas que admitem: com responsabilidade e moderação.

A abertura do show será de responsabilidade da banda sul-mato-grossense Bêbados Habilidosos.

Mais informações – http://www.velhasvirgens.com.br/

sábado, 12 de setembro de 2009

MIS - Museu da Imagem e do Som - Mestres do Cinema Francês


O MIS ESTÁ LOCALIZADO NO MEMORIAL DA CULTURA POPULAR APOLÔNIO DE CARVALHO - AV. FERNANDO CORRÊA DA COSTA, ENTRE 14 DE JULHO E CALÓGERAS.

UM PRÉDIO TOTALMENTE VOLTADO PARA A CULTURA.
APROVEITE PARA CONHECER OS ESPAÇOS DE EXPOSIÇÃO DE ARTESANATO E ARTES VISUAIS, MUSEUS, ALÉM DE BIBLIOTECA PÚBLICA.

MIS
De 14 a 18 de setembro a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, por meio do Museu da Imagem e do Som (MIS), realiza a terceira etapa de exibições da mostra “Mestres do Cinema Francês”, com curadoria do crítico de cinema Rodrigo de Oliveira (RJ).

Todas as obras foram selecionadas no acervo da Cinemateca da Embaixada da França no Rio de Janeiro e apresentam olhares cinematográficos sobre a cultura que forma o mosaico das comunidades francesas.

A mostra faz parte da programação do MIS para o Ano da França no Brasil e tem parceria com a Aliança Francesa de Campo Grande e a Cinemateca da Embaixada da França, sediada no Rio de Janeiro.


Na programação estão previstas duas sessões diárias às 14h e às 16h. Confira abaixo:

Segunda-Feira – 14/09
14:00 – Heremakono – Esperando a Felicidade, de Abderrahmane Sissako
16:00 – A Esquiva, de Abdelattif Kechiche

Terça-Feira – 15/09
14:00 – Finyé, de Souleymane Cissé
16:00 - Wesh Wesh, O Que Foi?, de Rabah Ameur-Zaimèche

Quarta-Feira – 16/09
14:00 – A Traição, de Philippe Faucon
16:00 – S21 – A Máquina de Morte Khmér Vermelho, de Rithy Panh

Quinta-Feira – 17/09
14:00 – Wesh Wesh, O Que Foi?, de de Rabah Ameur-Zaimèche
16:00 – A Traição, de Philippe Faucon

Sexta-Feira – 18/09
14:00 – A Esquiva, de Abdelattif Kechiche
16:00 – Heremakono – Esperando a Felicidade, de Abderrahmane Sissako

Fonte: FCMS

Campo Grande tem o Circo Escola Pantanal




No próximo dia vinte e dois de setembro 48 crianças e adolescentes de escolas públicas de Campo Grande iniciam aulas no picadeiro da Circo Escola Pantanal, a primeira escola de circo do Mato Grosso do Sul em funcionamento há doze meses. Durante os próximos quatro anos terão a oportunidade de se profissionalizar em atividades circenses para trabalhar em circos, companhias, shows, eventos, projetos, oficinas, workshops, entre outras atividades.

Até dezembro de 2009 acontece o primeiro módulo de 252 horas-aula, com o apoio do FMIC, o Fundo Municipal de Investimentos Culturais de Campo Grande. O aprendizado inclui a história do Circo, as técnicas tradicionais passadas de geração a geração pelas famílias circenses, além de técnicas contemporâneas como as do Cirque du Soleil e do Circo Imperial da China.

Durante o curso haverá aulas de acrobacias de solo e trampolim acrobático, sob orientação da profissional de educação física Alessandra Bringel Gomes Ioshide. Já o profissional ator, bailarino e circense Ulisses Nogueira, dirigente da escola, fica responsável pelas aulas de equilibrismo (perna-de-pau, arame fixo, rola-rola e bastões de equilíbrio), malabarismo (com bolas, claves, aros, paus de fitas e bastão chinês ou flower stick), além de acrobacias aéreas (tecido acrobático, trapézio parado e lira).



CIRCO ESCOLA PANTANAL

Dentro do Circo Escola Pantanal também funciona a Heyokah Cia de Artes Cênicas, que deu origem às diversas atividades da escola. Exemplo disto é o projeto Circo Escola Especial, que atende crianças da Escola Raio de Sol (Pestalozzi).

Paralelo aos projetos, a comunidade em geral também procura o espaço visando saúde e condicionamento físico. As aulas de circo acontecem nas Terças e Quintas das 18h30 às 19h30 ou aos sábados à tarde.

Serviço: A Circo Escola Pantanal está localizada a rua Engenheiro Roberto Mange, 829, bairro Amambaí. Mais informações com Ulisses Nogueira pelo telefone (67) 8132-6448 ou pelo e-mail circoescolapantanal@yahoo.com.br .

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Espetáculo maçônico??? Como é isto?

Em cartaz no dia 26, às 20h
Teatro Aracy Balabanian
O ator vem do Rio de Janeiro com a produção do Wagner Jean e equipe.

Conheça o Pontão de Cultura Guaicuru



Convidamos quem queira se engajar na filosofia do crescimento coletivo através da troca de saberes e fazeres a participar do ENCONTRO NO PONTO no Pontão de Cultura Guaicuru.
Acesse o site www.pontaodeculturaguaicuru.org.br , conheça a programação e saiba como participar. As atividades são gratuitas e as vagas limitadas. As inscrições para as oficinas vão até o dia 14 de setembro.
Aguardamos você!
Pontão de Cultura Guaicuru
(67)30266356

MORENISMO DIZ: Vale a pena conhecer este espaço. Uma boa dica é a biblioteca com um acervo de artes disponível no local, além das oficinas que acontecem periodicamente lá.

Dança de Salão no Radio Clube Cidade




Os meses de Setembro, Outubro e Novembro serão dedicados à dança de salão no Radio Clube Cidade. Em conjunto com os melhores profissionais da área, o Casal de treinadores Ivan Sousa e Daniele Barilli. abordando os gêneros de dança praticados em todo o mundo.


O curso é voltado para pessoas de todas as idades que querem aprimorar seus conhecimentos ou aprender a dançar. As aulas, que serão dadas as Terças e Quintas, das 20h para iniciantes ou às 20h45 para alunos intermediários, no Radio Clube Cidade,todos os ritmos de dança de salão de uma maneira muito alegre e divertida.

Os interessados podem ligar ou mandar via e-mail seus dados. Para maiores informações fone (67) 8404-0504 falar com Ivan ou dancenoradio@gmail.com



Dia: 15/09 Terça-feira Aula Inaugural
Horário: 20h
Rua Barão do Rio Branco, 1968 - Centro
Campo Grande - MS

Caminhada da Paz dia 19



A poetisa Embaixadora Universal da Paz, Delasnieve Daspet, com o apoio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), promove no próximo dia 19 de setembro, a Caminhada da Paz. A manifestação inicia a partir das 9h, na praça Ary Coelho, no centro da Capital. Na ocasião haverá a presentações culturais de música, dança, teatro e literatura.

A iniciativa integra a agenda de eventos de 2009, do Círculo Universal de Embaixadores da Paz. A caminhada percorrerá as ruas 14 de Julho, Cândido Mariano e 13 de Maio, retornando à praça Ary Coelho. Já estão previstas a participação de diversas instituições como o Exército, a Aeronáutica, escolas, Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, Secretaria de Assistência Social de MS e entidades feministas, das minorias étnicas e grupo GLBT.

Mais informações nos telefones 3318-4723 ou 9987-9239.




Fonte: FCMS

Sábado Cultural no Espaço Chico Xavier - Arte e Técnica


Este é um dos eventos culturais que acontecem a muitos anos em Campo Grande.
O Sábado Cultural da Arte e Técnica reúne diversos artistas no Espaço Cultural Chico Xavier.
Vale a pena conferir sempre!!!
O local é próximo ao terminal rodoviário.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Cinema de Horror é no Centro Cultural



O governo do Estado, por meio da Fundação de Cultura, exibe na próxima quarta-feira (16), dentro das atrações do projeto Cinema d(e) Horror, o longa metragem This is England. A exibição do filme acontece às 18h30, na sala Rubens Corrêa do Centro Cultural José Octávio Guizzo. A entrada é franca e o filme tem classificação de 12 anos.

O filme conta os conflitos de Shaun, um garoto de 12 anos que vive com a mãe em uma pequena cidade costeira na Inglaterra, em 1983. Solitário, sofre com a ausência do pai, morto na Guerra das Malvinas. No começo das férias escolares, conhece uma gangue de skinheads, na qual encontra a amizade e os modelos de comportamento que procurava.
Numa festa, é apresentado a Combo, skinhead mais velho que acabou de sair da prisão e o adota como protegido. A postura racista do homem impressiona os jovens, mas todos o admiram e logo a gangue começa a aterrorizar as minorias étnicas da vizinhança.
Após a exibição será realizado um debate com a acadêmica da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Nadiesda Barros Zílio, com abordagem crítica sobre o filme a partir da seguinte pergunta: "é possível testemunhar o que não foi vívido por nós mesmos?”.

Como introdução ao debate, Nadiesda fará uma breve explicação sobre o surgimento dos skinheads, fundamental para a compreensão de alguns acontecimentos do filme. Posteriormente, a mediadora se baseará nos pensamentos filosóficos de Adorno e de Marcio Seligmann-Silva para tratar do filme comparando-o à literatura de testemunho.

Serviço: Desenvolvido pelo Mestrado em Estudos de Linguagens da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), o “Cinema d(e) Horror” conta com o apoio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul.

O projeto tem como objetivo promover reflexões a partir de longas que tratam de conflitos humanos ou enquadrados na categoria horror, levando a uma melhor compreensão do universo artístico contemporâneo e da conflituosa natureza humana.

Outras informações podem ser obtidas no Centro Cultural José Octávio Guizzo, que fica na Rua 26 de Agosto, 453, ou pelo telefone 3317-1792.

Fonte: Assessoria FCMS